QUEM SOMOS   I   CONTATO

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Juara/MT - 23 de Setembro de 2017
notícias
 Pol√≠tica
     
Deputados adiam votação de relatório de CPI da Copa em MT

 Karine Miranda, repórter do GD


 

Os deputados estaduais adiaram para a próxima terça-feira (25) a votação do relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras da Copa. O documento estava previsto para ser votado na sessão plenária desta quarta-feira (19).De acordo com o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (PSB), o relatório final já foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e será colocado à disposição dos deputados antes de ser votado.“Só não estamos votando hoje porque nós vamos disponibilizar o relatório a todos os deputados para que possam analisar e nós marcamos a votação para a próxima terça”, disse.

O relatório está finalizado desde outubro do ano passado. O documento apontou a existência de fraudes, descumprimento de contratos, superfaturamento, pagamentos indevidos e má qualidade dos serviços nas obras feitas durante a gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB).Além disso, o documento apontou ainda a necessidade de devolução, por parte do Consórcio VLT, de R$ 315 milhões, por suposto superfaturamento das obras, bem como o descumprimento do cronograma proposto pela execução das obras, que já custou R$ 1 bilhão.

O relatório foi alvo de inúmeras discussões entre os deputados. O deputado Botelho sugeriu alterações no documento de modo a não penalizar o Consócio VLT, que foram negadas pelo presidente da CPI, deputado Oscar Bezerra (PSB).Nos bastidores, especula-se que as sugestões seriam necessárias para a continuidade do acordo entre o Governo do Estado e Consórcio VLT para a retomada das obras do Veiculo Leve Sobre trilhos (VLT).Porém, o deputado estadual Wilson Santos garantiu que não haverá prejuízo ao novo acordo, mesmo que o relatório seja aprovado. Wilson foi quem intermediou o acordo entre o Governo do Estado e o Consórcio VLT, que prevê que o Estado pague mais R$ 922 milhões para a conclusão da obra do modal de transporte. O acordo ainda precisa ser homologado pela Justiça Federal.

 

 

 




Fonte: Gazeta Digital
 0 Coment√°rios  |  Comente esta mat√©ria!
 Mais Pol√≠tica
19/09/2017
18/09/2017
 menos   1   2   3   4   5   6   7   mais 
Artigos
Enquete

In√≠cio   -   Eventos   -   V√≠deos   -   Artigos   -   Empregos   -   O Povo Reclama   -   Recados   -   Conhe√ßa Juara
© 2017 - Juara Net